fechar
Personalidades
http://akibaspace.com.br

Modelo nikkei consolida carreira no Japão

Kelly Misawa é modelo exclusiva de conceituada revista japonesa de moda


por Henrique J. Minatogawa
06.02.2012

Kelly Misawa, 27 anos, é brasileira, nascida em Belo Horizonte, Minas Gerais. Como tantos nipo-descendentes (nikkei) cuja família teve problemas financeiros, foi ao Japão para trabalhar como operária em fábricas.

No Japão, Kelly continuou a buscar seu objetivo: trabalhar como modelo. Embora não seja conhecida em seu país de origem, ela, atualmente, tem uma carreira sólida no país onde mora desde os 14 anos de idade.

Com trabalhos para marcas renomadas no portfólio, Kelly foi contratada como modelo exclusiva de uma famosa revista de moda japonesa, a Miss.

No Japão, o mercado de moda é altamente concorrido. As revistas de maior destaque contratam modelos para os editoriais – um contrato de exclusividade significa muito prestígio.

Leia, a seguir, uma entrevista com a modelo Kelly Misawa.

Entrevista: Kelly MisawaA modelo Kelly MisawaA modelo Kelly Misawa

Qual era a situação quando você foi ao Japão pela primeira vez?
Foi em marco de 1998. Por motivos financeiros, minha família e eu fomos ao Japão para trabalhar em fábrica. Era uma rotina muito cansativa, de muitas horas de trabalho.

Você já falava japonês quando foi ao Japão? Como foi o período de adaptação?
Por não falar a língua japonesa, tive vários problemas de adaptação. Um país desconhecido, uma cultura diferente, pontos de vistas diferentes… essas foram as maiores dificuldades.

Como era o seu trabalho nessa época?
Trabalhei em fábricas de doces, refrigerantes e bentoya [espécie de lanche típico do Japão], mas o mais pesado foi trabalhar em uma fábrica de geladeiras. Lá, eu parafusava partes que vinham pela esteira. Ficar o dia todo trabalhando na linha de montagem parafusando essas peças de geladeira com as pistolas foi o pior de todos os serviços. Houve dias em que não conseguia dobrar os dedos da mão de tanta dor.

Durante todo o tempo em que você esteve no Japão, pode nos contar um momento marcante, tanto feliz como triste?
Tive vários momentos marcantes, tanto tristes como felizes. Os tristes foram os problemas financeiros da família e as dificuldades de trabalhar como modelo no início da carreira.

Os felizes foram poder ter conseguido ultrapassado os obstáculos da vida, ter o reconhecimento do meu esforço no trabalho e, recentemente, tive a oportunidade de realizar um grande sonho: um contrato exclusivo com uma das revistas de moda mais conceituadas do Japão, que é a Miss.

Além disso, tive a felicidade de lançar um livro de fotos, lançar a minha biografia (Dakara, anata mo ganbate) e um livro de beleza (Kelly’s Beauty Secret), em que falo sobre o meu estilo de vida, beleza, exercícios físicos, moda etc.

Continuação - páginas: 1 2

Voltar ao topo da página
Personalidades
Tokyo organiza grande simulação de terremoto
Sauber apresenta novo carro em Jerez
Made in JapanCopyright Editora JBC. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Editora JBC.
Editora JBC  | Mangás JBC  | Livros JBC  | Henshin!  | WCS - Brasil  | Restaurantes Japoneses  | Hashitag