fechar
Notícias

As verdades e mitos sobre o arroz na dieta

A Made in Japan conversou com duas especialistas em nutrição para esclarecer as dúvidas mais frequentes


por Redação Made in Japan
01.04.2009

Entrevista com Samatha Enande, nutróloga da Clínica Valéria MarcondesÉ verdade que o arroz reduz o risco de câncer?
Em um estudo realizado pela Universidade de São Paulo (USP), houve redução de 40% a 60% no risco do câncer oral entre as pessoas que se alimentam mais de 14 vezes por semana de arroz. O alimento protege a mucosa bucal, além de ser rico em vitaminas A, fibras, proteínas e possuir o aminoácido metionina.

Qual a melhor forma de consumi-lo? E a que outros alimentos ele deve ser associado em uma dieta equilibrada?
A melhor maneira de consumir arroz é cozido e na sua forma integral. Com o feijão, o arroz dá um equilibrado casamento, mas também combina com as carnes, peixes, saladas e molhos.

Existe diferença entre o arroz integral e o arroz comum?
O arroz integral não foi refinado, portanto a casca ajuda no bom funcionamento do intestino e na manutenção da glicemia, auxiliando assim no controle do diabetes tipo 2.

O arroz selvagem tem aparecido cada vez mais em receitas. Ele é mais saudável que o arroz comum?
Como o arroz selvagem também não foi refinado, possui os mesmos benefícios do integral.

Entrevista com a doutora Flávia Bulgarelli, nutricionista da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)O arroz tem fama de ser um vilão das dietas. Isso é verdade?
O arroz é conhecido por ser um alimento rico em carboidratos, ou seja, fornece glicose, que é a grande geradora de energia para o organismo. Quando o organismo não utiliza a glicose, ela é armazenada na forma de gordura. Quando se pensa em redução de peso, automaticamente a redução de alimentos ricos em carboidrato acontece. Mas, na minha opinião, depende muito do tipo de alimento.

O que a dra. recomenda?
Recomendo primeiro a redução de alimentos ricos em farinha refinada (pães, bolachas, bolos, massas), porque têm quase nada de fibras, ao contrário do arroz que, mesmo o polido ainda tem um pouco de fibras. As fibras controlam a liberação de glicose (aos poucos) e assim dá tempo do organismo ir queimando antes de elas serem estocadas na forma de gordura.

Qual é a melhor forma de consumir o arroz?
A melhor forma de consumir o arroz é cozido e associado a outros alimentos, principalmente o feijão. Juntos eles formam uma proteína completa, semelhante à da carne.

A que outros alimentos ele deve ser associado em uma dieta equilibrada?
Ele deve estar associado a alimentos ricos em proteína (carne, ovos, peixe, frango, feijão e outras leguminosas) e alimentos ricos em vitaminas, minerais e fibras (verduras e legumes).

Ele possui vitaminas? Quais?
O arroz possui vários benefícios, pois é rico em vitaminas do complexo B. É um alimento rico em amido, fornecendo energia e contribuindo para a absorção de proteína, além de ser de fácil digestão e raramente provocar alergias.

E o arroz japonês (cateto, de grão curto) possui benefícios?
Quanto às propriedades nutricionais, possui maior quantidade de carboidratos que todos, por possuir maior quantidade de amido em sua parte externa, o que dá a massa que une os grãos.

O arroz selvagem tem aparecido cada vez mais em receitas. Ele é mais saudável que o arroz comum?
Este tipo contém mais proteínas e fibras que o arroz comum, sendo ótima opção para aumentar o conteúdo protéico de uma dieta vegetariana, por exemplo. Para pessoas que sofrem de obstipação (intestino peso), auxilia no aumento do bolo fecal, com consumo freqüente de água, melhorando o trânsito intestinal.

Leia também:
.: Heloisa Bernardes lança Dieta do Arroz
.: Os segredos da dieta japonesa
.: A história da culinária japonesa

Voltar ao topo da página
Notícias
Produtos relacionados: | A Dieta do Arroz |
Ginza, o bairro mais sofisticado de Tóquio
Aprenda a fazer um prato com iguarias da culinária japonesa
Made in JapanCopyright Editora JBC. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Editora JBC.
Editora JBC  | Mangás JBC  | Livros JBC  | Henshin!  | WCS - Brasil  | Restaurantes Japoneses  | Hashitag