fechar
Acontece

Museu traz exposição sobre roupas dos imigrantes japoneses

Exposição reúne moda, quimono e cosplay no Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, em São Paulo


por Andreia Ferreira
27.02.2009

Lili Kawamura e Shozo Motoyama, do Museu da Imigração Japonesa, na coletiva de imprensa sobre a exposiçãoLili Kawamura e Shozo Motoyama, do Museu da Imigração Japonesa, na coletiva de imprensa sobre a exposiçãoO Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil realiza, a partir do dia 3 de março, a exposição Kimonos & Quimonos - Desconstrução e Reconstrução do Vestuário de Imigrantes Japoneses e Grupos Nikkei.

Das vestimentas feitas de saco aos sofisticados quimonos tradicionais, passando pelas criações de estilistas nikkeis e dos cosplayers, a mostra reúne 30 peças entre roupas e objetos que contam a trajetória dos imigrantes e seus descendentes no Brasil.

“Nossa intenção é mostrar a transformação que ocorreu com os imigrantes japoneses, que vieram com seus quimonos, e tiveram de se adaptar, de mudar”, explica a profa. Dra. Lili Kawamura, socióloga e vice-diretora do Museu.

Além das roupas e objetos, como máquinas de costura antigas, a exposição traz painéis explicativos e fotos. Na área reservada aos estilistas estão peças de Erika Ikezili, Fernanda Yamamoto e Jun Nakao e, na área que representa tendências de comportamentos e valores, estão presentes vestimentas feitas por cosplayers premiados em etapas do maior concurso de cosplay do mundo, o WCS - World Cosplay Summit.

A exposição é uma das iniciativas para atrair um maior público - e um maior número de jovens - ao Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, bem como tornar o museu mais interativo e próximo da sociedade contemporânea.

“Os museus hoje não são mais repositório de coisas velhas. Transformaram-se, profissionalizaram-se. O museu tem de ser um museu vivo, que vive junto com a sociedade e representa os seus anseios”, explica o prof. Dr. Shozo Motoyama, historiador e diretor do museu.

Museu da Imigração em boa fase
Motoyama conta que, pela primeira vez em 20 anos, o museu saiu do vermelho e teve superávit em suas contas. Segundo ele, um dos motivos é a administração atual, que tem captado doações de diversos segmentos empresariais, e a doação feita ano passado pelo imperador Akihito ao museu por conta do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil.

“Graças ao esforço dos nikkeis e da sociedade brasileira de cultura japonesa conseguimos reverter a situação de déficit do museu. Queremos que ele seja o museu não somente da comunidade, mas de São Paulo e do Brasil.”

Além da exposição Kimonos & Quimonos, estão previstas uma mostra sobre a história do Japão contada por meio de mangás e outra sobre o pintor Tomoo Handa.

.: Confira a programação do evento

Voltar ao topo da página
Acontece
Receita do São Paulo Maki
Receita do uramaki de negui toro com soborô
Made in JapanCopyright Editora JBC. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Editora JBC.
Editora JBC  | Mangás JBC  | Livros JBC  | Henshin!  | WCS - Brasil  | Restaurantes Japoneses  | Hashitag